6 de outubro de 2018 by Dennis Phillipps PHOTO, PHOTOGRAFY 0

O simples como linguagem.

O simples como linguagem.

Para mim tudo começa como uma folha em branco.Por vezes é só uma folha, e outras é só minha imaginação.
Como começar tudo de novo e ainda assim atender as expectativas de cada novo trabalho?

Cada pessoa é única, e seus pensamentos e referências culturais são também.Quando alguém me fala de como gostaria de ser fotografado, minha imaginação ferve e um turbilhão de pensamentos vem a tona.
Talvez a maior preocupação é a de dirigir o fotografado e criar uma conexão que nos leve ao resultado esperado.

Muitas vezes não é isso o que ocorre de primeira e é ai que a técnica se faz muito necessária.
Como fotografar uma pessoa que antes de ver a própria imagem já tem em si a negação desta?

Quase sempre um boa conversa antes, tende a direcionar o pensamento quebrando um pouco de medos e dogmas sobre a própria imagem.

Na maioria das vezes ouço o fotografado dizer que não é modelo, ou que não nasceu para isso e coisas do tipo.É como ouvir um não contínuo!
Partindo deste princípio ( o medo) ao conversar vou fazendo um tipo de psicanálise sobre o tema e o indivíduo.Ao decorrer vai ficando mais leve e torna o ambiente agradável.

Peço para fazer uma primeira fotografia e mostra-lá para que o fotografado veja e participe também do resultado.Geralmente gostam do que olham e vai ficando muito mais fácil e solto as fotografias.
Percebo como esta arte é incrível e o cuidado que devo ter para cada pessoa.

Entendi que partindo do simples, fica mais fácil evoluir e chagar a coisas incríveis quando ocorre este perfil de fotografado.Explico que a imagem é o registro e construção de ambos, e que não basta ser lindo ou estiloso.Cada imagem é única e criada em conjunto entre quem observa e quem é observado.
O que realmente me encanta é quando juntos olhamos o ensaio fotográfico e notamos a evolução da imagem.

O interessante é que não apenas eu me sinto melhor, como a pessoa também cria mais segurança e se reconhece como um potencial tremendo para ser o personagem que quiser.
Acredito que isso não fica apenas na fotografia, mas é uma experiência que agrega ao decorrer da vida.

Produtor audiovisual, músico criador de artes visuais e conteúdo para publicidade. Aquele cara inquieto e criativo. Bora para o próximo desafio?

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abra o chat
1
Tire suas dúvidas em tempo real.
Olá, tudo bem?

Fale mais sobre seu negócio e como posso ajudá-lo?

Caso prefira, meu e-mail é coresesons@coresesons.com.br.